Carta enviada ao jornal Folha de São Paulo
Banner
Photo Photo Photo
Home  //  SINBIESP  //  Presidência  //  Presidente na Imprensa  //  Carta enviada ao jornal Folha de São Paulo
Carta enviada ao jornal Folha de São Paulo
Seg, 10 de Outubro de 2005 00:00

Vera L. Stefanov
Presidente do SinBiesp

" ...um país se faz com homens e livros!" - este célebre pensamento, de um dos mais louvados escritores de histórias infanto-juvenis de nosso país - Monteiro Lobato, continua mais atual que nunca. O nosso Prefeito Sr. José Serra, seu secretariado, especialmente os Secretários de Cultura e Educação, hoje no comando da mais poderosa e rica cidade do país, aliás, da América Latina, se utilizaram dessa literatura e das bibliotecas municipais para se instruir? Só podemos concluir que não.

A matéria do caderno cotidiano da FSP de 30 de setembro, pg. C6, mostra claramente o descaso e a falta de planejamento do atual governo municipal e, também, dos últimos governos em relação ao que há de mais importante na humanidade: o patrimônio do saber - nossas bibliotecas. Lamentavelmente para os governantes, só interessa investir em ações culturais e programas educacionais que dão visibilidade. É uma vergonha a lamentável situação das bibliotecas municipais de São Paulo, seja no que diz respeito ao acervo como à insuficiência de bibliotecários, os salários baixos desses profissionais e a total falta de condições de trabalho.

As bibliotecas públicas requerem os serviços de profissionais bibliotecários e de um quadro de funcionários de apoio bem treinados. Já estamos no século XXI e as bibliotecas da cidade mais rica da Federação não têm pessoal nem para limpeza dos banheiros. Só por aí dá para perceber que não estão equipadas nem automatizadas. Os poucos profissionais bibliotecários têm que se desdobrar para manter um mínimo necessário de atendimento se prestando muitas vezes a fazer trabalho de faxina para poder ter um mínimo de condições de trabalho. A falta de manutenção predial é confessa, deixando que o acervo se deteriore - um crime de lesa cidadania. E assim se passa de mão em mão e nunca se têm verbas, nunca se tem nada, principalmente a vontade de fazer. Há sempre promessas que nunca se cumprem. É sempre a mesma história: vai ter concurso, vamos automatizar, estamos providenciando...e nunca se vê nada. O acesso da população à cultura e o saber não interessam para quem está no poder, não. Mas se esquecem estes senhores de que um país, uma nação só cresce pelo saber, pela cultura, pela leitura e a preservação da nossa história e memória.

É preciso que a população se mobilize e proteste em conjunto com os profissionais, para que tenhamos bibliotecas decentes, com serviços dignos, com profissionais à frente comandando e disseminando a informação, a leitura e trazendo mais integridade à nação.

Parabéns à repórter Luíza Brito e a FSP por mostrar aos leitores o que a categoria dos bibliotecários já sabe há muito tempo. Esta é a imprensa que o Brasil precisa ter!

 

PARA ASSOCIAR- SE

PARA ASSOCIAR- SE

Valor da anuidade 284,00.

Clique aqui p prencher cadastro e as condicoes p pagto.

JUSTIÇA DECRETA

JUSTIÇA DECRETA: QUEM NÃO CONTRIBUIR

COM O SINDICATO, NÃO TERÁ DIREITO

AOS BENEFICIOS DO ACORDO

Clique aqui para ler a integra

CONSULTE FGTS

consulta-saldo-fgts

Av. Nove de Julho, 40 - 6º andar - Conj 6F e 7º andar Conj 7G- CEP: 01312-000 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3242-0911 - Fax: 11 3237-1080