CARTA DESPEDIDA - VERA STEFANOV
Banner
Photo Photo Photo
Home  //  Notícias  //  CARTA DESPEDIDA - VERA STEFANOV
CARTA DESPEDIDA - VERA STEFANOV

SinBiesp Notícias

 

SinBiesp Sindicato dos Bibliotecários, Arquivistas, Historiadores, Museólogos, Documentalistas, Auxiliares de Biblioteca e Centros de Documentação no Est. SP

Av. Nove de Julho, 40 – 7º andar – CEP 01312 000 São Paulo – SP www.sinbiesp.org.br

São Paulo 12 janeiro de 2019.

AOS ASSOCIADOS DO SINBIESP, ENTIDADES COIRMÃS E TODAS COMUNIDADES DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

Carta de despedida, por Vera Stefanov

Em 1992, iniciei minha primeira gestão frente ao SinBiesp, como o único objetivo de implantar a CCT - Convenção Coletiva de Trabalho. Assumi o sindicato juntamente com outros colegas, ainda se localizava numa sala na APB, Associação Paulista de Bibliotecários. Com muito trabalho conseguimos iniciar a implantação de uma CCT e o Dissidio, que ao longo dos anos teve sua representação ampliada para outras categorias - arquivistas, historiadores, museólogos, auxiliares e atendentes de biblioteconomia e centros de documentação. Essas categorias são beneficiadas todo ano com o piso e o reajuste salarial da nossa CCT. Esse trabalho trouxe para a categoria o reconhecimento da profissão junto à sociedade e, direta e indiretamente, a ampliação do mercado de trabalho. Afinal, suscitamos mais de cento e cinquenta ramos de atividades, muitos dos quais não tinham sequer conhecimento de que nossa profissão é de nível superior.

As formações das chapas para eleições sempre se deram de forma democrática, mas poucos foram os colegas que conseguiram se fixar nos trabalhos da entidade. Para que tenhamos sucesso é preciso que um grupo de profissionais se dedique para este fim.

Por ser uma das pioneiras em trabalhar como autônoma e abrir uma MEI (Micro Empresa Individual) de consultoria na área, e ter horário flexível, fui assumindo as responsabilidades. Nem sei dizer quanto estresse tive por excesso de trabalho, pois por não ter um horário de trabalho determinado, mesmo me mantendo disciplinada, eram vinte e quatro horas, mais fins de semana.

O SinBiesp, nunca teve uma situação financeira confortável!

Sempre eu e outros colegas tivemos que ajudar financeiramente para que nosso trabalho não caísse por terra, com prejuízo para toda a categoria. Não, não estávamos ali para prejudicar a categoria, mas para valorizá-la cada vez mais.

Superamos várias crises, vários planos econômicos. Mesmo com as contribuições legais, tínhamos os sindicatos preponderantes que levavam as contribuições da categoria com o apoio da maioria dos RHs e com a concordância, por omissão ou até mesmo por desconhecimento, dos próprios profissionais, já que muitos se sentiam e ainda hoje se sentem com receio de solicitar que os descontos sejam recolhidos para o seu sindicato.

Quantos e quantos profissionais que nos procuraram (e nos procuram) posteriormente à rescisão de seus contratos de trabalho para reclamações trabalhistas, tanto de empregadores públicos e privados, e em seus holerites haviam descontos para outros sindicatos, durante anos.

Apesar de todos estes problemas, ainda assim segui em frente com a esperança de que poderíamos mudar este cenário. E ainda podemos, porque é uma questão de união e de se aproximar do profissional. A estrutura intelectual da formação dos brasileiros, em consequência, penso eu, dos momentos de repressão no país, não permite que o trabalhador entenda que os sindicatos são formados pela própria categoria e que a entidade sindical é de todos e não de alguns. Por isso, é preciso ir até eles e mostrar a importância dos sindicatos, num trabalho em conjunto com as universidades, conselhos, associações, enfim, todos os envolvidos com as profissões representadas pelo SinBiesp.

Tenho me dedicado todos esses anos em prol da categoria, visando unicamente a valorização destas profissões que são os guardiões depositários dos legados e da memória não só do Brasil, de um país, mas da humanidade.

Mas chegou o momento de “passar o bastão” para outros que tenham os mesmos ideais e a luta nas veias, para continuar nosso trabalho.

Foram anos a fio de dedicação e de luta pela valorização e reconhecimento das profissões, principalmente da biblioteconomia, que é minha profissão de origem.

O país passa por momentos muito duros politicamente, que nos afeta diretamente, pois há um desmonte da cultura e lamentavelmente da educação em curso. Nessas alturas da minha vida, jamais poderia imaginar que teríamos tamanho retrocesso, depois de tantas batalhas para firmarmos a democracia, num momento em que o Brasil estava se erguendo, bem no “start” da estabilidade social e investimentos na cultura e educação e outras áreas de preservação. Com a malfadada reforma trabalhista, recebemos um golpe brutal, que coloca em rico toda nossa cultura e a nossa nação.

Despeço-me, mas não deixarei de enfrentar outros desafios.

Minha luta vai continuar, desistir jamais! Tenho muito a agradecer, a vocês e principalmente a três pessoas que sem eles não conseguiríamos chegar até aqui:

Roseli Lopes – secretária do SinBiesp, que sempre se dedicou para o nosso crescimento, sua postura, seu caráter, sempre justa. A categoria deve-lhe gratidão.

Delano Coimbra, Advogado - que implantou a CCT e é responsável por manter as condições de trabalho e o piso salarial para a categoria, devemos-lhes gratidão.

Maria Aparecida Reis – que tanto nos ajudou estes últimos tempos.

Encerrando, deixo aqui meus mais sinceros votos de sucesso aos novos diretores e conselheiros do SinBiesp, esperando que - unidos com as demais entidades coirmãs – continuemos sendo reconhecidos e necessários à sociedade.

Cordialmente,

Vera L Stefanov

 

 

 


PRESIDENTE: FELIPE DORN COELHO BARROSO

DIR. FINANCEIRA: LUCIANE AZEVEDO BAPTISTA

DIR. SECRETÃRIO: JÂNIO DOS SANTOS MESQUITA 
DIR. ASSUNTOS DO INTERIOR: ALESSANDRA

SINBIESP - O REPRESENTANTE OFICIAL DOS BIBLIOTECÁRIOS
www.sinbiesp.org.br
Av. Nove de Julho, 40 - 7º andar, Cj 7G - 01312-000 - São Paulo - SP.

 

 

PARA ASSOCIAR- SE

PARA ASSOCIAR- SE

Valor da anuidade 284,00.

Clique aqui p prencher cadastro e as condicoes p pagto.

JUSTIÇA DECRETA

JUSTIÇA DECRETA: QUEM NÃO CONTRIBUIR

COM O SINDICATO, NÃO TERÁ DIREITO

AOS BENEFICIOS DO ACORDO

Clique aqui para ler a integra

CONSULTE FGTS

consulta-saldo-fgts

Av. Nove de Julho, 40 - 6º andar - Conj 6F e 7º andar Conj 7G- CEP: 01312-000 - São Paulo - SP - Tel.: 11 3242-0911 - Fax: 11 3237-1080